LUCRANDO COM O CRIME – O Piauí parece que ainda não aprendeu muito com a crise financeira vivida em outros Estados. Pior é imaginar que a criminalidade dá tanto lucro pra muita gente.

Enquanto no Rio de Janeiro, um esquema das tornozeleiras eletrônicas rendeu até prisão de envolvidos e em São Paulo uma licitação foi cancelada pela Justiça, o governo do Piauí está sendo acusado por uma concorrente de “facilitar” a entrada da empresa Synergye Tecnologia da Informação Ltda, citada nos dois escândalos, principalmente no Rio de Janeiro, onde o MP denunciou prejuízo de mais de R$ 12 milhões aos cofres públicos.

LEIA AQUI:

Fraude na compra de tornozeleiras gera perda de R$12 milhões ao RJ

Justiça de SP suspende licitação de tornozeleira eletrônica para presos

A concorrente Spacecomm Monitoramento SA prepara várias ações no Piauí para barrar a contratação da Synergye no Piauí. A briga é por um contrato de R$ 16 milhões na Secretaria Estadual de Justiça.

Por incrível que pareça, a licitação teria sido realizada na forma mais “segura”, através de pregão eletrônico.  O Código do Poder está acompanhando o caso e em breve terá novidades dessa briga que tem tudo para ser judicializada.

tornozeleira