concursostresINDÚSTRIA DOS CONCURSOS – A equipe ligada diretamente ao governador Wellington Dias e à sua esposa Rejane Dias tem investido verbas publicitárias e esforços para atrair cada vez mais concurseiros. Estima-se que no país a indústria dos concursos movimente algo em torno de R$ 60 bilhões.

O CEV Concursos ligado ao Secretário de Fazenda de W.Dias, Rafael Fonteles e o Podium Concursos, ligado ao assessor da secretária de Educação Rejane Dias, o coronel Ronald Moura, tem anúncios na maioria dos portais de notícias e nos canais de televisão para os concursos da Secretaria de Justiça, Polícia Militar, Secretaria de Fazenda, PRF e muitos outros. Apesar da crise, os concursos não devem parar e o desemprego só deixam as salas ainda mais lotadas.

O Vip Concursos também já foi bastante conhecido e procurado, mas tá difícil competir; agora até o professor Sarmento, bastante conhecido no Vip, está fazendo parte da equipe do CEV do Rafael Fonteles, na área de Direito Processual do Trabalho.

Porém,  desde fevereiro, o domínio dos cursinhos ligados aos membros da cúpula do governo Wellington  começou a ser ameaçado com a chegada da franquia do Centro de Estudos Renato Saraiva a Teresina (CERS), um dos gigantes na área dos concursos, possuindo unidades em todo o país.

O primeiro duelo CERS X CEV foi na prova do concurso da Secretaria Estadual de Justiça do Piauí para o cargo de Agente Penitenciário. Nos outdoors espalhados pela cidade, o CEV disse que aprovou 41% dos candidatos, já o Curso Renato Saraiva diz que aprovou 55% dos candidatos.

Se estiverem falando a verdade, está sobrando aí apenas 4% de candidatos que teriam estudado sozinhos ou feito cursinho em outro preparatório.

O professor Ronald, diretor administrativo da SEDUC de Rejane,  já informou em seu blog que o Podium está preparando turmas para o concurso de auditor da Secretaria de Fazenda, comandada pelo petista Rafael Fonteles, do CEV Concursos. Com informação privilegiada, Ronald garante que o edital vai sair. LEIA AQUI