4fb05214f0_media

TERRENO DO ARMAZÉM PARAÍBA – O governo Wellington Dias pagou a segunda parcela do terreno de R$ 8,9 milhões do Grupo Claudino desapropriado para a construção da nova sede do Tribunal de Justiça do Piauí. Como foi revelado com exclusividade pelo Blog Código do Poder, os pagamentos estão saindo do empréstimo que o governador assinou com o Banco Mundial e que o próprio governo se comprometeu a usar no combate à pobreza na zona rural do Piauí. O programa da despesa é o CRESCIMENTO SUSTENTAVEL E INCLUSIVO – DPL II.  PARECER DO SENADO FEDERAL CONFIRMA

LEIA E ENTENDA:

Wellington Dias usa R$ 8,9 milhões do combate à pobreza para pagar terreno do Grupo Claudino

O Grupo Claudino já tinha recebido R$ 4,45 milhões. Agora, no novo pagamento que aparece no Portal da Transparência, aparece a quitação de mais R$ 1.780.000,00, somando até o momento R$ 6.230.000,00.

grupoclaudino

A importante obra do Tribunal de Justiça deverá demorar uns dois anos para ser concluída ao custo de R$ 32 milhões.

Se o Estado do Piauí não quitar ou atrasar o empréstimo junto ao Banco Mundial, a União pode bloquear recursos do FPE para pagar a conta.