standfoto

GOVERNO DO IMPROVISO – A organizadora do evento em que o estande da Secretaria de Turismo do Piauí foi lacrado se pronunciou através de nota encaminhada ao blog Código do Poder para informar que, ao contrário do que foi declarado pela assessoria da SETUR-PI, a participação do Piauí no evento não foi cancelada em tempo hábil.

“O cancelamento formal aconteceu às 14h50, via Whats App. A programação da 23ª BNT Mercosul teve início às 15 do mesmo dia”, informa a nota.

O Código do  Poder questionou à organizadora quem fez a decoração e a montagem do estande de R$ 15 mil, já que ninguém do governo do Piauí compareceu ao evento. Segundo, a BNT Mercosul foi a empresa “Concept Standes, montadora oficial contratada para o evento, com as imagens de plotagem enviadas pela Secretaria de turismo”.

O blog também perguntou quem entregou ou pagou material. “Não houve material entregue, todo o estande foi montado com recursos pagos pela BNT, após envio de ficha de bloqueio assinada pelo Sr. Secretário de Turismo”, informou a organizadora.

É possível concluir pela nota de esclarecimento que o governo piauiense mentiu ao declarar que cancelou previamente a participação.

BNT Mercosul espera que o governo do Piauí não dê calote e pague as despesas

A organizadora informa que está de posse de todas as provas (ficha de bloqueio, e-mails) que comprovam que não havia tempo hábil para cancelar a participação do governo piauiense, através da Secretaria de Turismo, comandada pelo deputado Flávio Nogueira Júnior.

flaviionjr

O BNT Mercosul garante que cumpriu todos os seus compromissos e agora espera que a Secretaria Estadual de Turismo faça o mesmo e pague as despesas com o acerto para a execução do estande.

Confira a nota de esclarecimento da BNT Mercosul:

stand1

stand2

Confira a nota que tinha sido encaminhada pela Secretaria de Turismo do Piauí:

NOTA DA SETUR-PI

A respeito da informação que circula nas redes sociais sobre um stand da Secretaria de Turismo do Estado do Piauí – SETUR lacrado em uma feira em Santa Catarina – SC, a SETUR foi surpreendida com inverdades e esclarece que a participação do Piauí foi confirmada apenas em aceite prévio, todavia, sendo, posteriormente e formalmente, cancelada em tempo hábil.

Diante do aceite, foram realizados todos os procedimentos administrativos legais, sendo observado que os organizadores exigiam pagamento antecipado dos valores do stand, fato não permitido em nossa legislação, vez que a execução de contratos de serviços na administração pública deve seguir o procedimento legal dos atos administrativos, expresso na Lei n° 4.320/64 onde o pagamento somente deverá acontecer após a efetiva execução dos serviços.

Com o impasse sobre o pagamento, a SETUR cancelou formalmente e em tempo hábil o aceite prévio e a participação do Estado do Piauí no evento, não restando dúvidas de que não teríamos responsabilidades por nenhuma despesa ou mesmo qualquer infortúnio no caso, inclusive não se justificando a existência de stand montado em nome do Estado do Piauí, em evento particular, em que o Estado desistiu da participação, não entendendo a exposição do Piauí em mídia negativa, o que fará o Estado do Piauí tomar as medidas judiciais cabíveis contra quem assim o fez.

Além disso, em razão do planejamento das ações da SETUR em feiras e eventos, foi optado pela participação do Estado em feiras como a Brazil National Tourism Mart – BNTM, que acontecerá em junho próximo na cidade de Salvador – BA, em que o nordeste reúne o mundo para fomentar o turismo e expor belezas e peculiaridades próprias da região; quando desistindo da feira de Itajaí – SC, por impossibilidade legal da execução do pagamento, imposto pelos organizadores privados, a SETUR optou por evento com maior público e mais representatividade, com chancela do Ministério Turismo – MTUR.

A SETUR reafirma o compromisso de bem divulgar o Turismo do Estado do Piauí em diversos eventos nacionais e internacionais, expondo nossas riquezas, atraindo turistas e investidores para o nosso Estado.

Secretaria de Turismo do Piauí