paulodantas

DINHEIRO DOS SERVIDORES – O diretor do Instituto de Previdência dos Servidores de Teresina, Paulo Dantas, assinou um contrato sem licitação com o escritório Brígido & Sousa Sociedade de Advogados (advogados sócios Paulo Diego Francino Brígido e Leonardo Augusto Sousa). O valor do contrato por 12 meses será de R$ 420 mil.

SEGUNDO ESCRITÓRIO SEM LICITAÇÃO NO IPMT – O dinheiro será pago com o próprio dinheiro do IPMT/PLANTE, algo que já foi questionado no Tribunal de Contas e pelo Ministério da Previdência Social em outro contrato mantido sem licitação para serviços de advocacia. Naquele contrato, a auditoria do MPS entendeu que caberia ao próprio IPMT fazer os serviços que estava terceirizando.  O processo ainda tramita no Tribunal de Contas do Estado e será apensando na prestação de contas de Paulo Dantas.

LEIA E ENTENDA:

 Receita Federal ataca R$ 3 milhões do IPMT para empresa de Rafael Fonteles  e escritório

O escritório Brígido & Sousa Sociedade de Advogados fará serviços específicos para o PLANTE, o plano de internações hospitalares vinculado ao IPMT. Serão analisados contratos das clínicas e hospitais credenciados e representar o PLANTE nas ações administrativas e judiciais.

Trechos do contrato assinado sem licitação:

Este slideshow necessita de JavaScript.