alepipedroii2

FESTIVAL DAS EMENDAS –  Sete de cada dez reais investidos no Festival de Inverno de Pedro II foi direcionado através de emendas liberadas por deputados estaduais. Ao todo, o evento teve a publicação de contratos na ordem de R$ 1.041.000,00 que foram identificados nos Diários Oficiais pelo blog Código do Poder. O evento é um dos principais eventos turísticos do calendário anual e reúne 40 mil pessoas todos os anos, com diversas atrações musicais nacionais e locais.

As emendas parlamentares somaram R$ 690 mil, liberados através da Secretaria Estadual de Cultura do Estado para empresas de pessoas ligadas aos deputados estaduais.  Como sempre, esse tipo de liberação de verbas públicas é feita na véspera dos evento, sem a realização de licitações.

AUTORES DOS R$ 690 MIL – Os deputados Marden Menezes (PSDB) e Wilson Brandão (PSB) liberaram R$ 250 mil para a empresa NOVA PRODUÇÕES (ROMÁRIO DE OLIVEIRA CARVALHO & CIA LTDA – ME, CNPJ 10.390.309/0001-99).

Os deputados do PMDB, Themístocles Filho e Pablo Santos escolheram outra empresa, a IMPACTO SERVIÇOS (FRANCISCO ANTONIO CORREIA LIMA FILHO -ME CNPJ 18.441.744/0001-07), e liberaram R$ 200.000,00.

EMENDAS SEM NOME – Já outra empresa, a REALIZA EVENTOS (CNPJ: 26.607.387/0001-32, RAZÃO SOCIAL Antonio Jose Rodrigues Neto – ME) , assinou contrato na ordem de R$ 240 mil para o festival.  Em consulta feita pelo Código do Poder no  cadastro da Receita Federal para esta empresa o nome de fantasia que aparece é outro, Gigante Produção. A referida empresa está sediada em Bom Jesus-PI, terra do secretário estadual de Cultura, deputado Fábio Novo.  O extrato do contrato não contém a informação do autor da emenda que foi liberada.

OUTROS PATROCÍNIOS – Para o Festival de Inverno, o Banco do Nordeste liberou R$ 10 mil, a Caixa Econômica Federal librou R$ 80 mil de patrocínio e a Prefeitura de Pedro II também contratou R$ 281 mil. De todos, apenas a Prefeitura Municipal realizou licitação.