tjpijus

ESTADO POBRE, JUSTIÇA CARA – Uma pesquisa realizada pelo site Migalhas.com revelou quanto o cidadão teria de desembolsar para uma ação Civil ordinária de cobrança, ajuizamento na capital, valor da causa de R$ 100 mil. Para a mesma causa, os valores vão de R$ 514 a mais de R$ 7 mil.

No Piauí, por exemplo, apesar de ter uma renda per capita de R$ 747, as custas para um ação judicial como esta ficariam em R$ 7.319,00 perdendo apenas para a Paraíba que ficou com as despesas judiciais em R$ 7.362,00.

Custas judiciais – 2017

Distrito Federal

R$ 514,74

Rio Grande do Norte

R$ 936,49

Mato Grosso

R$ 1.000,00

Rondônia

R$ 1.000,00

São Paulo

R$ 1.000,00

Minas Gerais

R$ 1.111,97

Paraná

R$ 1.312,56

Alagoas

R$ 1330,92

Acre

R$ 1.500,00

Roraima

R$ 1.500,67

Espírito Santo

R$ 1522,17

Amapá

R$ 1.623,10

Santa Catarina

R$ 1.812,00

Pernambuco

R$ 1.944,10

Mato Grosso do Sul

R$ 2.423,00

Rio de Janeiro

R$ 2.480,40

Rio grande do Sul

R$ 2.500,00

Tocantins

R$ 2.601,00

Pará

R$ 3.142,86

Sergipe

R$ 3.143,46

Bahia

R$ 3.245,26

Ceará

R$ 3.407,27

Amazonas

R$ 3,608,64

Goiás

R$ 3.773,10

Maranhão

R$ 4.700,40

Piauí

R$ 7.319,90

Paraíba

R$ 7.362,60

Relação Renda x Custas – A discrepância é maior na relação entre as custas judiciais e a renda nominal mensal domiciliar per capita da população residente nos Estados.

Abaixo estão listados todos os Estados pela ordem do valor das custas, do mais oneroso para o menos, e suas respectivas rendas mensais domiciliais per capita:

Matéria no PORTAL MIGALHAS.