wdiaspoliticadinamica

Um vídeo postado pelo Portal Política Dinâmica revela que o governador Wellington Dias está muito mal assessorado para responder às perguntas sobre assuntos negativos e escândalos de sua gestão.

Além de contradizer uma nota da FGV de que existia cláusula de confidencialidade no contrato milionário do Estado, Wellington confirma que, há sim, diferenças na soma da quilometragem do transporte escolar.  Esse é um dos principais pontos que fizeram a auditoria e o Ministério Público de Contaspedirem a reprovação das contas de Rejane Dias em 2015. Mas, a reprovação vai depender de Lílian Martins, conselheira relatora do caso.

LEIA MAIS:

EXCLUSIVO: Rejane Dias pagou quase R$ 8 milhões a mais para oito empresas na SEDUC

MPC quer a reprovação das contas de Rejane Dias no 1º ano como secretária de Educação

 

Segundo o TCE, a SEDUC pagou R$ 8 milhões a mais para oito empresas em apenas seis meses no ano de 2015. O caso também será apurado pelo Tribunal de Contas da União e pelo Ministério Público Federal.

Acostumando sempre as mesmas perguntas sem muita importância ou para falar sobre eleição, o governador foi surpreendido durante evento no Ginásio Verdão esta semana e teve que falar sobre o contrato milionário da Fundação Getúlio Vargas e sobre o superfaturamento no transporte escolar na SEDUC, comandada pela primeira-dama Rejane Dias.

Os assuntos estão sendo destaques no Jornal Diário do Povo e tem repercutido na Assembleia Legislativa, apesar da oposição ao governo petista ser bastante reduzida.

A blindagem do casal DIAS está quebrando, o que tem saído nos canais de TV e na maioria dos portais é diferente do que tem sido comentado nas redes sociais e ainda em poucos meios de comunicação.