rrioswdias

R$ 1 MILHÃO SÓ COM AERONAVES –  As despesas realizadas pelo governador Wellington Dias (PT) com alimentação e deslocamentos em aeronaves particulares, foi o tema da fala  do líder da oposição na Assembleia, deputado Robert Rios (PDT), nesta manhã de quinta-feira (22), no tempo de dois minutos destinados aos pequenos avisos. O parlamentar disse que requereu, no ano passado, informações da Casa Militar do Governo do Estado, sobre a despesa efetuada pela Casa Militar, no período de três meses.

O deputado falou que recebeu a resposta nesta quinta-feira (22) que veio de uma forma truncada e codificada, para dificultar o entendimento, e ele teve que analisar profundamente e se disse chocado. Robert Rios esclareceu que o choque se dá pelo fato de ele morar em um Estado onde terceirizados estão há vários meses sem receber salários.

Ele lembrou que o secretário de Administração e Previdência (SeadPrev), Franzé Silva, esteve hoje em um veículo de Comunicação, onde falou que não poderia dar aumento de salário aos professores, devido as dificuldades financeiras pelas quais passa o Estado.

“Mas eu estou chocado é porque no prazo de poucos mais de trinta dias, o governador, em sua residência acredito eu, consumiu mais de cento e cinquenta mil em alimentos. O governador consumiu, só de carne e peixe a quantia  em torno de quase trinta mil reais. Quase mil reais por dia, de carne e peixe”, explanou.

R$ 41 MIL SÓ NO RESTAURANTE FAVORITO – Outra despesa do governador, de acordo com o deputado, R$ 41.850 (quarenta e um mil, oitocentos e cinqüenta e oito reais) no Restaurante Favorito. “Mais chocante é que só de requisição de passagens, em poucos mais de dois meses, foram mais de cento e sessenta mil reais. É um Estado que não pode dar aumento para os professores, policiais e gasta cento e sessenta mil reais só de passagens”.

Robert Rios disse ainda que o mais escandaloso é que em um mês, com data do dia 24 de agosto a 25 de outubro de 2017, o governador gastou só com passagens  com táxis aéreos, Um milhão, cento e dezoito mil, trezentos e noventa e oito reais. “Um milhão de reais só com aeronaves, em um Estado que não pode dar aumento para professores e que não paga terceirizados. O governo que dar aumento em forma de auxílio alimentação, e os professores não querem aceitar. Besteira deles. Os professores deveriam aceitar o auxílio alimentação, mas exigir que seja igual ao auxílio alimentação que o povo do Piauí dá para o governador, de quarenta e um mil em um restaurante em um mês, trinta mil de carne e peixe por mês. Ou seja, o mesmo tipo de alimentação que está neste documento”, relatou.

O parlamentar disse ainda que vai requerer novamente, perguntando tudo o que é comprado pra a casa do governador, inclusive, quais os tipos de carnes, óleo, manteiga, margarina, porque ele quer saber se o governador está sendo bem alimentado.

JOÃO DE DEUS DIZ QUE GASTOS É PRA MOSTRAR GASTRONOMIA LOCAL – O líder do Governo na Assembleia, deputado João de Deus (PT), rebateu as críticas do deputado Robert Rios (PDT), que leu uma relação de gastos do governo com alimentação e aluguel de aeronaves.

João de Deus justificou a despesa criticada pelo colega da oposição no fato de que o governo recebe autoridades e está amparado por lei a levá-las para conhecer a gastronomia da capital. Para ele, a oposição critica o atual governo e silencia sobre outros gestores.

Diante disso, ele sugeriu uma discussão sobre a lei que ampara tais gastos, para que a mesma possa ser modificada. “Se é para ser contra tem que ser para todo mundo. No Governo passado tinha licitação até para compra de chiclete Trident. Concordo que essa lei precisa passar por uma adequação.”

“Não que esteja admitindo que isso está acontecendo, mas já vi despesas com toneladas de camarão, compra de lagosta, caixas de chicletes… acho que a lei precisa passar por uma adequação para evitar os excessos. É preciso coerência. Eu não posso ser contra esse governo e ser a favor daquele. Esse não pode, mas aquele pode tudo. Não. Isso seria oportunismo”, defendeu.

As informações são da Assembleia Legislativa do Piauí.