img_0850

EMPRESA TINHA FICADO  COM QUASE TUDO  –  A Coordenadoria de Pobreza Rural, comandada pelo advogado Leonardo Sobral (foto à direita) , resolveu anular o Pregão Eletrônico 02/2017, conforme portaria publicada no Diário Oficial do Estado do dia 17/04.

O motivo da anulação não foi informado na portaria, mas essa licitação teve por objetivo contratar serviços de máquinas pesadas em todo o Piauí .

Porém, conforme informou o Blog Código do Poder em janeiro, dos 34 lotes da licitação, uma única empresa, a MORAIS MARQUES & CIS LTDA, localizada no bairro Piçarreira em Teresina, sagrou-se campeã em 30 lotes. Os contratos deveria render mais de R$ 4 milhões, com recursos  Banco do Mundial.

No Tribunal de Contas já tramita uma denúncia contra essa licitação realizada pela Coordenadoria que teve indicação política do deputado estadual João Madson(PMDB).

LEIA:

Na Pobreza Rural de João Madson e W.Dias surge algo esquisito