cironovodepoimento

DEPOIMENTO COMPLICA SENADOR –  O empresário Joesley Batista, acionista do grupo J&F, afirmou, em depoimento  prestado no dia 06 de abril junto à Polícia Federal,  que entregou R$ 500 mil em espécie ao senador Ciro Nogueira (PP-PI), presidente nacional do Partido Progressista.

O depoimento foi prestado ao delegado Cleyber Malta Lopes e faz parte da investigação aberta para apurar se o ex-procurador Marcelo Miller auxiliou os delatores da J&F ainda quando estava na Procuradoria-geral da República (PGR).

A informação sobre o novo depoimento de Joesley foi dada pela repórter Camila Bomfim, da TV Globo.

CONFIRA ABAIXO NO VÍDEO:

 

O empresário disse ao delegado que a entrega dos valores foi efetuada pelo então diretor de relações Institucionais da J&F, Ricardo Saud, na garagem da residência do próprio Joesley Batista, em São Paulo, no dia 17 de março de 2017.

Por causa dessas informações, Ciro Nogueira poderá ser alvo de um novo inquérito no STF. A Procuradoria Geral da República já presentou o pedido.

O advogado do senador Ciro,  Antônio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, se manifestou à imprensa informando que “o Senador nega peremptoriamente que tenha recebido este dinheiro e que sempre manteve relação com vários empresários , sempre de maneira republicana.”