ciropequi

DIZ QUE ISSO É UMA “MALDADE” – O candidato à reeleição ao Senado, Ciro Nogueira Filho, concedeu entrevista de meia hora ao Portal 180graus. Se o internauta quiser conferir a entrevista completa pode conferir AQUI.

Mas, já adiantamos que o senador não falou (nem foi perguntado) nada sobre seu partido ser o que tem mais políticos investigados na Lava Jato, também não tem nenhuma frase sobre ele e sua esposa Iracema Portella terem votado a favor do impeachment da ex-presidente Dilma o que irrita os petistas até hoje, mas agora estão de mãos dadas com Wellington Dias pedindo voto e dizendo que tem apoio do ex-presidente Lula, que segue preso por lavagem de dinheiro e corrupção.

Bom, se o internauta não quiser ver os os autoelogios do senador e ir logo para o  que interessa, lá pelos 9 (nove) minutos o senador ataca a imprensa que divulgou o aumento de 1000% em seu patrimônio.

O senador disse que falar desse aumento no patrimônio é uma “maldade” da imprensa. Segundo ele, esse aumento foi herança deixada por seu pai, o empresário Ciro Nogueira. “Isso foi uma das coisas que mais me machucou. Outro dia vi uma evolução patrimonial. Ôh meu Deus, como eu gostaria de não ter tido essa evolução. Eu tive essa evolução porque herdei do meu pai. Fui acusado de ter enriquecido. Eu herdei do meu pai, que faz muita falta hoje em dia. É esse tipo de acusação absurda”, declarou.

Brigar com a Folha de São Paulo, o senador não foi. A matéria da Folha disse o seguinte: “Patrimônio de presidente do PP cresce mais de 1.000% em oito anos“.

O Portal GP1 também divulgou que foram R$ 21 milhões essa evolução. LEIA AQUI