compradevoto

EXÉRCITO PARA INIBIR COMPRA DE VOTOS –  O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já aprovou o envio de tropas federais para 124 municípios piauienses. Ao todo, deverão ser 138 municípios que terão o Exército para manter a segurança.

Além da questão da segurança, o que indica que o eleitor e os candidatos não estão preparados para entender que o processo democrático deveria ser pacífico, o objetivo de se enviar tropas federais para se inibir a compra de votos. A medida revela que, mesmo com todos os escândalos nacionais, com centenas de presos da Operação Lava Jato, inclusivo com um ex-presidente na cadeia, boa parte dos políticos piauienses confiam bastante na impunidade para se arriscarem na prática de comprar votos na véspera da eleição.

No dia 1º de outubro, às 10 horas, o comandante-geral das tropas do Exército no Piauí e Ceará, General Cunha Mattos, se reunirá com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, Des. Sebastião Ribeiro Martins, para apresentar detalhes do plano de segurança e atuação das tropas federais no pleito.