wdiasrejane

FARSA DO CASO PIAUIGATE – O Facebook derrubou na sexta-feira(29) de sua plataforma 11 páginas e 42 perfis que teriam ligação com a empresa de marketing digital Follow, investigada pelo Ministério Público por recrutar ativistas digitais para compartilhar notícias e postagens favoráveis a candidaturas petistas. A agência pertence ao deputado Miguel Corrêa Júnior, do PT de Minas Gerais. A página da Follow também foi removida.

O episódio foi revelado há um mês pela influenciadora Paula Holanda, no Twitter. Ela disse que foi contactada pela agência Lajoy para fazer postagens políticas de esquerda, com a promessa de pagamento, mas que a orientação das postagens indicava apoio expresso a candidatos do PT, como a presidente do partido e candidata a deputado federal, Gleisi Hoffmann, e o governador do Piauí, Wellington Dias, que tenta a reeleição.

Em seu comunicado, o Facebook informou que removeu as páginas e perfis porque a agência estaria recrutando pessoas no Brasil para distribuir conteúdo político que simula ser espontâneo. A rede social afirmou ainda que realizou uma investigação interna e que a rede associada à Follow foi derrubada por violar as políticas de autenticidade da rede social.

As informações são do O ESTADO DE SÃO PAULO. CONFIRA A MATÉRIA COMPLETA AQUI 

LEI MAIS SOBRE A FARSA DOS ELOGIOS COMPRADOS :

AZ descobre farsa da campanha de W.Dias para poluir o Twitter e receber elogios

W.Dias agora é alvo de representação após manobra e recrutamento de twitteiros