SAIU NO O ANTAGONISTA – Ao site O ANTAGONISTA, o deputado estadual Robert Rios declarou que a vitória do PT no Piauí no primeiro turno se deu, principalmente, por causa da fome.

Ele também declarou que, se Bolsonaro ganhar a eleição e quiser, ele (Robert) está pronto para deixar a vida de delegado aposentado e voltar ao trabalho para não deixar “vagabundos” em pé.

CONFIRA NA ÍNTEGRA A NOTA DO O ANTAGONISTA:

“Os petistas estão indo nas periferias e dizendo que o Bolsonaro vai acabar com Bolsa Família”

Hoje é Dia do Piauí, data que marca os 196 anos de adesão do estado à Independência do Brasil.

No primeiro turno, Fernando Haddad ganhou por lá com 63,40% dos votos válidos. Jair Bolsonaro obteve 18,76%.

O deputado estadual Robert Rios (DEM), derrotado na corrida ao Senado, disse a O Antagonista que o resultado se explica “pela fome e pela miséria”.

“Aqui é o lugar da fome e da miséria: a cada cinco famílias, basicamente três recebem Bolsa Família. Os petistas estão indo nas periferias e dizendo que o Bolsonaro vai acabar com o programa, é um escândalo.”

Ele continuou:

“Existem ‘dois Piauí’: o que come e o que não come. No que come, todo mundo é Bolsonaro. Os votos nele vão aumentar no segundo turno.”

O deputado, que é delegado aposentado da Polícia Federal, afirmou que toparia voltar à corporação caso Bolsonaro seja eleito presidente.

“Se o Bolsonaro quiser, eu volto e aí não fica um vagabundo desse em pé aqui no Piauí.”