Donos de distribuidoras pedem que a SEFAZ-PI pare de coagir empresários

RETENÇÃO INDEVIDA DE MERCADORIAS – A Associação Piauiense de Atacadistas e Distribuidoras enviou ofício ao Secretário de Fazenda do Piauí, Rafael Tajra Fonteles, para que a secretaria pare com o instrumento da coação como forma de obrigar o pagamento de ICMS já apurado pela própria SEFAZ.

De acordo com o documento, o setor atacadista já se encontra bastante enfraquecido por conta da pandemia do coronavírus e, mesmo assim, os empresários estariam sofrendo com retenções indevidas de mercadorias por atos da SEFAZ.

A Súmula 323 do STF proíbe a prática de reter produtos como forma de forçar o pagamento do ICMS: “É inadmissível a apreensão de mercadorias como meio coercitivo de pagamentos de tributos”.

CONFIRA O OFÍCIO ABAIXO:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s