STJ afasta governador Wilson Witzel por suspeita de corrupção

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, foi afastado do cargo por decisão do STJ.

A Polícia Federal também cumpre mandados de busca contra a primeira-dama, Helena Witzel.

A operação decorre de investigações sobre desvios em contratos da saúde e alcança o presidente do PSC, Pastor Everaldo, e o ex-secretário Lucas Tristão.

Assinado: Witzel

Segundo a PGR, ele teria usado o escritório de advocacia da mulher, Helena, para receber 500 mil reais em propinas por contratos emergenciais no combate à epidemia de Covid-19.

Um e-mail enviado por Witzel orientava os fornecedores a fecharem contratos – simulados – com o escritório de Helena.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s